Cartuchos, CDs e downloads: veja a evolução das mídias dos videogames

Que atire o primeiro joystick quem nunca assoprou os contatos de um cartucho de videogame para tentar fazer um jogo teimoso “pegar”, ou limpou os mesmos com um cotonete embebido em álcool.

Os cartuchos ou “fitas” foram, durante anos, a principal forma de distribuição de software para videogames domésticos, até serem substituídos em meados da década de 90 por CD-ROMs, DVD-ROMs e, mais recentemente, discos Blu-ray e distribuição digital de conteúdo.

Conheça os passos dessa evolução e relembre as tardes de verão do passado, quando o que importava era ter o cartucho mais quente do momento, uma rodinha de amigos e muitas horas na frente da TV.


Fonte: PcWorld
Anúncios

Seja um código de barras

Códigos de barras estão por toda parte. Embora sua principal função seja codificar o valor de um produto, eles também podem simbolizar o próprio consumidor. Em www.barcodeart.com, o artista Scott Blake cria retratos computadorizados de celebridades em que cada pixel é parte de um código de barras. O resultado é uma espécie de pontilismo digital.

Seus retratos brincam com a ideia de que os famosos são commodities deles mesmos. Por exemplo, sua pintura de Madonna usa 107 códigos de barras coletados de Cds e livros dela. A imagem final foi dormado por 1.728 códigos de barras. O mesmo recurso foi empregado para fazer os retratos de Bill Gates, Andy Warhol, Elvis Presley e Mairlyn Manson.

Para cada retrato de celebridade há uma animação em que o visitante pode abrir e fechar o zoom para ver cada um dos código usados para formar a imagem. E se você gostou da ideia, pode ter seu próprio código. Basta entrar com dados como peso e idade para ter uma etiqueta codificada exclusiva.

Conheça a WorldCat

A WorldCat possui mais de 67 milhões de registros bibliográficos e 1 bilhão de registros de coleção, utiliza as ferramentas do Google e Yahoo! de busca para localização dos registros em sua base, e é disponível também aos usuários por meio de assinatura.

WorldCat é, na verdade, um grande banco de dados de livros, documentos, artigos, CDs de música, vídeos etc., que podem ser encontrados em bibliotecas em todo o mundo. Você pode procurar por autor, título ou assunto e as informações sobre onde encontrar o material são rapidamente disponibilizadas. Os resultados das buscas podem ser vistos em inglês, francês, neerlandês, alemão ou espanhol.