Seja um código de barras

Códigos de barras estão por toda parte. Embora sua principal função seja codificar o valor de um produto, eles também podem simbolizar o próprio consumidor. Em www.barcodeart.com, o artista Scott Blake cria retratos computadorizados de celebridades em que cada pixel é parte de um código de barras. O resultado é uma espécie de pontilismo digital.

Seus retratos brincam com a ideia de que os famosos são commodities deles mesmos. Por exemplo, sua pintura de Madonna usa 107 códigos de barras coletados de Cds e livros dela. A imagem final foi dormado por 1.728 códigos de barras. O mesmo recurso foi empregado para fazer os retratos de Bill Gates, Andy Warhol, Elvis Presley e Mairlyn Manson.

Para cada retrato de celebridade há uma animação em que o visitante pode abrir e fechar o zoom para ver cada um dos código usados para formar a imagem. E se você gostou da ideia, pode ter seu próprio código. Basta entrar com dados como peso e idade para ter uma etiqueta codificada exclusiva.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: