Cenas gravadas em MiniDV viram clipes para ser vistos no PC ou no YouTube

Uma das vantagens das filmadoras MiniDV em relação aos modelos analógicos é a facilidade para o transporte dos filmes da câmera para o PC.

Com uma MiniDV, não é preciso ter placa de captura instalada no micro para exportar o vídeo. Basta conectar a câmera ao micro pela porta USB 2.0 ou FireWire. Junto com a filmadora digital, os fabricantes entregam um CD com o driver e o programa necessários para a captura. Quase sempre a operação desses programas é facílima. Se, por um lado, a simplicidade do software facilita a vida de usuários inexperientes, por outro, limita os passos de quem busca mais recursos e liberdade para manusear as cenas filmadas. Uma alternativa para fugir de aplicativos que salvam o vídeo no PC com formatos proprietários é recorrer a programas como o VirtualDub. Veja a seguir como trazer cenas da filmadora para o PC em XviD, formato que gera arquivos com uma boa relação entre qualidade da imagem e tamanho do arquivo.

1) Codecs e driver

A primeira providência é instalar o K-Lite Mega Codec Pack, um pacotaço com dezenas de codecs, filtros e ferramentas para lidar com vídeo. Em seguida, instale o driver USB da filmadora. No exemplo, usaremos o driver da filmadora DCR-HC15, da Sony. Depois de instalá-lo, reinicie o PC.

2) VirtualDub e filmadora

O próximo passo é instalar o VirtualDub 1.6. Na verdade, o software não precisa ser instalado. Feito o download, basta extrair o conteúdo do arquivo zipado para qualquer local do micro e executar o programa. Ligue a filmadora e use o cabo USB para conectá-la ao PC. O equipamento será detectado pelo sistema. Entrará em ação o assistente de instalação de hardware do Windows XP. Escolha a opção Não, Não Agora e clique em Avançar. Indique que você deseja realizar a instalação automática e pressione Avançar. Surgirá uma telade advertência. Clique em Continuar Assim Mesmo.

3) Ajustes de compressão

Abra o VirtualDub. Entre em File e clique em Capture AVI. Na tela do VirtualDub aparecerá uma janela de vídeo com o sinal enviado pela filmadora. Caso não apareça, basta clicar em Device e selecionar a filmadora na lista de dispositivos. Vá até o menu File, clique em Set Capture File e escolha um nome para o arquivo que será gerado e o local do computador onde ele deve ser salvo. Agora é o momento de especificar qual será a compactação utilizada na captura. Entre no menu Video, clique em Compression e marque XviD MPEG-4 Codec. Clique em OK para retornar à tela principal do VirtualDub. Volte ao menu Video, clique em Set Custom Format e indique a resolução de 320 por 240 pixels. Pressione OK. Em seguida, abra o menu Audio, clique em Compression e selecione o formato MPEG Layer-3 e o bitrate 56 Kbps (o primeiro no quadro à direita). Pressione o botão OK.

4) Captura

De volta à tela principal, usando os controles da filmadora, posicione a fita no início do trecho que você deseja capturar. Acione o controle Play na filmadora e use a tecla F5 para iniciar a captura no PC. Quando terminar a reprodução do trecho desejado, use a tecla Esc para interromper a captura. Vá até o menu File e clique em Exit Capture Mode para retornar ao modo de edição do VirtualDub. O vídeo gravado na filmadora já está disponível no PC, na forma de um arquivo com extensão AVI codificado em XviD. Nas configurações sugeridas, cada minuto de vídeo equivale a aproximadamente 1,5 MB, tamanho confortável para publicar o clipe no YouTube.

5) Edição básica

Caso você queira fazer pequenos ajustes no vídeo, como cortar trechos no início ou ao longo do clipe, o próprio VirtualDub pode ser utilizado. Para isso, clique em File, depois em Open Video File e localize o arquivo. A janela de vídeo à esquerda mostra o arquivo original, enquanto o quadro à direita exibe o vídeo com as alterações feitas pelo usuário. Logo abaixo está a linha de tempo, pela qual o usuário navega ao longo do arquivo. Abaixo do timeline estão os botões de controle. Da esquerda para a direita, o primeiro deles é o Stop. Ao seu lado existem dois botões de Play. O que mostra a letra i ao lado da setinha controla a reprodução do vídeo original, isto é, do sinal de entrada (input).

6) Salvando o clipe

As ferramentas de edição do VirtualDub são as mais básicas possíveis. Porém, servem perfeitamente para pequenos retoques. Com o auxílio dos botões de marcação, localizados na extrema esquerda da barra de botões, o usuário só precisa marcar o início e o fim dos trechos que devem ser eliminados e apertar a tecla Del para apagá-los. Uma outra forma de marcar as cenas é utilizando as teclas Home (para o início) e End (para o fim). Além de apagar, partes do vídeo podem ser copiadas ou recortadas e coladas em outros locais da linha de tempo. Para salvar o clipe editado em XviD com as mesmas características do arquivo original capturado da câmera, refaça os procedimentos de configuração das codificações de vídeo e áudio. Depois, clique em File, Save as AVI, indique um nome e um local para salvar o arquivo, clique em OK e aguarde que a codificação termine.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: