Origem de alguns termos da informática

Estava procurando na internet a origem de alguns termos e nomes utilizados na informática e descobri coisas muito interessantes na Wikipédia. Vejam só:

  • Boot (ou bootstrapping) – a expressão boot (ou “dar o boot” em um computador) foi inspirada pela história do Barão Munchausen, que alegava ter saído de um pântano puxado pelos cordões das próprias botas.
  • Bug – uma falha em um programa de computador que o impede de funcionar corretamente. O termo é geralmente (mas erroneamente) creditado a Grace Hopper. Em 1946, ela trabalhava no Laboratório de Computação da Faculdade de Harvard, onde rastreou um erro no Harvard Mark II até chegar a uma mariposa enredada em um relé. Este inseto (bug, em inglês) foi cuidadosamente removido e colocado no livro de registros. Entretanto, o uso da palavra “bug” para descrever defeitos em sistemas mecânicos remonta pelo menos aos anos 1870. Thomas Edison foi um que usou o termo em suas anotações.
  • Daemon – um processo que roda num sistema operativo em nível não perceptível pelo usuário (em background). É falsamente considerado um acrônimo para Disk And Execution MONitor (monitoramento de disco e execução). De acordo com a equipe que introduziu o conceito, “o uso da palavra daemon foi inspirada pelo “demônio” da física e da termodinâmica de Maxwell (um agente imaginário que ajudava tipos de moléculas de velocidades diferentes e trabalhava incansavelmente nos bastidores)”. Seu uso mais antigo parece ter sido na expressão “daimon de Sócrates”, que significava seu “espírito-guia interior; seu gênio”, também um equivalente pré-cristão de “anjo da guarda”, ou, alternativamente, um semideus (tendo apenas uma conexão etimológica com a palavra “demônio”). O termo foi adotado, e possivelmente popularizado, pelos SO’s Unix: vários serviços locais (e mais tarde, na Internet) eram providos por daemons que mostra um . Isto é exemplificado pelo mascote do BSD, o desenho de John Lasseterdiabrete amigável (© Marshall Kirk McKusick). Assim, um daemon é algo que trabalha de modo mágico, sem que ninguém tenha de se preocupar muito com isso.
  • Java – Foi originalmente chamada de D, mas a semelhança com uma nota ruim num boletim escolar fez com que o criador do Java, James Gosling, a renomeasse para Oak Sun. A equipe de programação teve que procurar outro nome, pois já havia uma linguagem chamada Oak. Java foi o nome selecionado de uma lista de sugestões, principalmente porque é uma gíria para café, especialmente aquele que cresce na ilha de Java. Como os programadores bebiam muito café, este pareceu ser um nome apropriado.

Estas aqui não foram encontradas na internet, mas utilizando certa lógica, dá pra interpretá-las (ou não):

  • ls – Comando do UNIX. Acrônimo de List and Search (Listar e Procurar);
  • rm – Comando do UNIX. Acrônimo de ReMove (Remover);
  • cd – Comando utilizado tanto no UNIX quanto no MS-DOS. Acrônimo de Choose Directory (Escolher Diretório);
  • mkdir -Comando do UNIX. Acrônimo de MaKe DIRectory (Criar Diretório).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: